Sexta-feira, 29 de Junho de 2012

Os "perigos" da internet estão muito sobrevalorizados

Portanto, devo proteger os meus filhos de ver pornografia na net. Eles que vão para as playstations matar pessoas.
Eu posso não ser um pai convencional mas confesso que prefiro que eles vejam uma coisa que de certeza, em pouc... alguns anos (sejamos mais optimistas que realistas) vão fazer do que prepararem-se para fazer algo que eu espero muito sinceramente, nunca passe do mundo da ficção.
Claro que não defendo que crianças - os meus têm agora 12 a 10 anos - vejam pornografia. Mas eles usam o pc, o youtube, partilham links, sabem inglês, usam o google. Controlar impedindo é impossível. Controlar (por histórico de navegação, etc.) e usar as 'surpresas' encontradas para uma (ou várias) conversas construtivas, divertidas, sem lugar a sentimentos de culpa, deixando-os serem eles a explicar os porque procuraram, o que viram, o que perceberam, há dúvidas? e eles falam.
Ora, se não podes combater os teus inimigos, junta-te a eles, se não podes combater a pornografia na internet, faz dela uma aliada.
Entretanto, o tempo que se passou nesta casa a 'gozar' com eles sobre o que viram e posterior(es) conversa(s) tiveram o 'added-value' de incluir educação sexual, momentos de conversa igual para igual pais-filhos, quebrar tabus antes mesmo de existirem e, acima de tudo, tempo, tempo em que não estiveram a matar pessoas num ecrã.

publicado por joao moreira de sá às 11:00
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Luis Moreira a 29 de Junho de 2012 às 12:27
Boa opção! e mais. Inevitável !
Abraço

Comentar post

Agradecimentos





.links

.Quem?

Arcebispo de Cantuaria Uma mente delirante e não muito normal encerrada num corpo com 40 anos (embora um teste da Sábado diga que na realidade tenho 47). Presentemente desempregado mas com boas perspectivas de conseguir vir a trabalhar num call-center. Escrevo porque não gosto lá muito de falar e como irresponsável que sou, acredito que um dia ainda irei conseguir ser pago para escrever. jmoreiradesa@gmail.com

.A razão porque este belogue existe

Podia ser (mais) culto, ler e reler os clássicos da literatura, devorar ensaios, ler diariamente os jornais nacionais e alguns estrangeiros, assinar as revistas de referência mas diversas áreas do saber. Podia, e gostava, mas era preciso que estivessem reunidas duas condições, ter dinheiro para tal e acima de tudo, não ter filhos de tenras idades. Mas enquanto cada hora dedicada a ler a opinião dos cultos deste mundo sobre as suas (poucas) graças e (muitas) desgraças - do mundo e às vezes dos próprios - representar uma hora a menos de brincadeira, receio que vou continuar a optar por ser culto lá mais para o fim da vida, se lá chegar.






MAIS INFORMÇÃO

.posts recentes

. Pelos olhos dele(s)

. E acham mesmo que é assim...

. Do ler

. Os "perigos" da internet ...

. Estranhos dias

. E por falar em desenhos

. Afonso, o desenhador

. Mas não pode ser o Harry ...

. Diálogos normalíssimos

. Se querem discutir, discu...

.arquivos

.pesquisar

 

.Novos posts por email

Endereço de email:

fornecido porFeedBurner

.subscrever feeds







MAIS INFORMÇÃO

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!