Domingo, 16 de Novembro de 2008

O (inevitavel) Natal

 
Começou. O bombardeamento. Anúncios, anúncios, anúncios. Brinquedos, brinquedos, brinquedos. Leopoldinas e Popotas, barbies e nenucos, pistas e monstrinhos. Todos propostos em generosos blocos publicitários de 15 minutos a cada 5 de programa.
Nesta casa há anos - desde que Natal é Natal e Natal é prendas para eles - adoptei uma estratégia muito simples. Ao perceber (e recordar) a capacidade de querer quase tudo o que é visionado, digo que sim a tudo. Quero esta boneca. Está bem. Quero a sanita do nenuco. Tá bem. Quero este castelo. Ok. Quero este super-não-serve-para-nada. Combinado.
Resulta, claro. Ao fim de cada bloco de anúncios já ninguém faz a mais pálida ideia do que acabou de ver e pedir, nem eu, nem eles.
Este ano, com medo que mais idade aguçasse a memória, acrescentei um detalhe que se tem revelado interessante, didáctico e divertido. Escrevam o que vão pedindo porque eu esqueço-me. Resultado. constatação imediata que escrever e ver ao mesmo tempo é muito difícil ainda para eles. Se escrevem o de agora perdem o próximo (que pode ser interessante). Se vêm todos, querem 98% mas só se lembram de 2 para escrever. abandonar a escrita, contudo, não é opção porque o que não estiver na lista "não há". Se tiver erros é "desclassificado" (e não é que consegui por os dicionários a funcionar em vez de irmos nós corrigir os erros?).
Promessa de que a carta será enviada para o Pai Natal.
 
- oh!, não é nada, é para os CTT e eles respondem a todas as cartas e enviam um presente, disseram-nos isso na visita de estudo.
 
- obrigado, A., diz aos senhores dos CTT que o pai agradece a informação...
 
- acho que não voltamos lá.
 
- acho que és demasiado lógico
 
- não é lógico ser-se lógico? ia ser o quê? maluco? então porque é que às vezes me dizes "A., pára com isso, pareces um maluquinho"?
 
- olha, o que é que eles mandam dos CTT?
 
A lista será a minha vingança!
 
publicado por joao moreira de sá às 06:59
link do post | comentar | favorito
|
Agradecimentos





.links

.Quem?

Arcebispo de Cantuaria Uma mente delirante e não muito normal encerrada num corpo com 40 anos (embora um teste da Sábado diga que na realidade tenho 47). Presentemente desempregado mas com boas perspectivas de conseguir vir a trabalhar num call-center. Escrevo porque não gosto lá muito de falar e como irresponsável que sou, acredito que um dia ainda irei conseguir ser pago para escrever. jmoreiradesa@gmail.com

.A razão porque este belogue existe

Podia ser (mais) culto, ler e reler os clássicos da literatura, devorar ensaios, ler diariamente os jornais nacionais e alguns estrangeiros, assinar as revistas de referência mas diversas áreas do saber. Podia, e gostava, mas era preciso que estivessem reunidas duas condições, ter dinheiro para tal e acima de tudo, não ter filhos de tenras idades. Mas enquanto cada hora dedicada a ler a opinião dos cultos deste mundo sobre as suas (poucas) graças e (muitas) desgraças - do mundo e às vezes dos próprios - representar uma hora a menos de brincadeira, receio que vou continuar a optar por ser culto lá mais para o fim da vida, se lá chegar.






MAIS INFORMÇÃO

.posts recentes

. Pelos olhos dele(s)

. E acham mesmo que é assim...

. Do ler

. Os "perigos" da internet ...

. Estranhos dias

. E por falar em desenhos

. Afonso, o desenhador

. Mas não pode ser o Harry ...

. Diálogos normalíssimos

. Se querem discutir, discu...

.arquivos

.pesquisar

 

.Novos posts por email

Endereço de email:

fornecido porFeedBurner

.subscrever feeds







MAIS INFORMÇÃO

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!