Sexta-feira, 10 de Outubro de 2008

Lembram-se de quando de repente éramos 4 humanos, 1 cadela, 3 porcos da índia adultos, 3 miniaturas?

Ora contem lá melhor...

 

 

1, 2, 3, 4, 5, 6... Seis miniaturas, aqui com as respectivas mães (o pai estava no outro prato, gosta mais de cenoura que de alface).

 

(e coragem para dar aquelas coisinhas minusculas fofinhas...? Mas tem que ser)

publicado por joao moreira de sá às 13:50
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Anita a 18 de Janeiro de 2009 às 17:30
Lindos eheheh!
De joao moreira de sá a 18 de Janeiro de 2009 às 18:05
Sabes lá o que já foi depois disto. Chegou aos 13! (+ 5 que nasceram mortos ou foram mortos à nascença - pelo macho?, que foi o que me pareceu).
Da filharada já dei 2 casais + 1 fêmea a uma kigo que tem pássaros e este bichos mantêm os ratos à distância, uma fêmea (com "brinde", o Sónic é implcavável, é o meu Joseff Fritzl, vive numa garagem, tem a familia numa jaula e viola as filhas... - sorry, não resisto a humor negro). Sobram-me 3 piquenos, os últimos.
O pior é que de 3 em 3 meses, tudo o que seja fêmea... dá multiplicação. Já me informei, 50€ para capar o bicho, mas custa-me tanto... (é só um rato... mas chamam-lhe porco e custa logo mais...)

Comentar post

Agradecimentos





.links

.Quem?

Arcebispo de Cantuaria Uma mente delirante e não muito normal encerrada num corpo com 40 anos (embora um teste da Sábado diga que na realidade tenho 47). Presentemente desempregado mas com boas perspectivas de conseguir vir a trabalhar num call-center. Escrevo porque não gosto lá muito de falar e como irresponsável que sou, acredito que um dia ainda irei conseguir ser pago para escrever. jmoreiradesa@gmail.com

.A razão porque este belogue existe

Podia ser (mais) culto, ler e reler os clássicos da literatura, devorar ensaios, ler diariamente os jornais nacionais e alguns estrangeiros, assinar as revistas de referência mas diversas áreas do saber. Podia, e gostava, mas era preciso que estivessem reunidas duas condições, ter dinheiro para tal e acima de tudo, não ter filhos de tenras idades. Mas enquanto cada hora dedicada a ler a opinião dos cultos deste mundo sobre as suas (poucas) graças e (muitas) desgraças - do mundo e às vezes dos próprios - representar uma hora a menos de brincadeira, receio que vou continuar a optar por ser culto lá mais para o fim da vida, se lá chegar.






MAIS INFORMÇÃO

.posts recentes

. Pelos olhos dele(s)

. E acham mesmo que é assim...

. Do ler

. Os "perigos" da internet ...

. Estranhos dias

. E por falar em desenhos

. Afonso, o desenhador

. Mas não pode ser o Harry ...

. Diálogos normalíssimos

. Se querem discutir, discu...

.arquivos

.pesquisar

 

.Novos posts por email

Endereço de email:

fornecido porFeedBurner

.subscrever feeds







MAIS INFORMÇÃO

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!