Quarta-feira, 2 de Janeiro de 2008

Olhar e ver não é a mesma coisa, pelo menos no meu caso

 
Como felizmente tanto o A. como a M. vêem perfeitamente, não têm a mínima noção do que eu (não) vejo sem óculos (detalhes humilhantes aqui). Por isso é frequente virem pedir-me que veja ou mostrar-me algo quando os tiro para descansar a vista e a cara.
 
Em raro momento do que lá no nosso linguajar pexito chamamos Lanzeira, que penso ser tão boa onomatopeia que dispensa explicação, permito-me o egoísmo de me aproveitar da impossibilidade de os fazer compreender que "o pai sem óculos não vê um boi à frente, filhos, quanto mais essa linda...??? coisa... que me estás a mostrar".
 
Claro que isto tem resultados desastrosos, porque mais tarde ou mais cedo vou ser confrontado com o facto de já ter visto, ter dito que estava bem ou mesmo recordar todo um contexto de algo de que não tenho a mais pálida memória visual.
 
Sim, filhotes, eu já estive a olhar para isso, mas garanto-vos que nunca vi isso.
 
publicado por joao moreira de sá às 08:08
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Anónimo a 5 de Julho de 2008 às 00:41
O Arcebispo de Cantuária é pexito?!
É pá bailhão és filho de quem? quem é o teu pai atão?
Adoro o teu sentido de humor.
Teresa
De joao moreira de sá a 5 de Julho de 2008 às 13:33
Á Ó, sóça, sou pexito pois, do campo, da Maçã, há 40 anos. Vizinho da "Leninha" (pronto, para quem não sabe, é a Helena Laureano) ali à Rua do Pocinho.
E tu sóça? calhando vai'ja'ver que nos conhecemos ou conhecemos alguém que nos conhece aos dois (mais que não seja, a Gena :)

Para não ter explicar nos posts sempre que coloco a palavra "pexito" até acrescentei uma entrada na wikipédia :)

Comentar post

Agradecimentos





.links

.Quem?

Arcebispo de Cantuaria Uma mente delirante e não muito normal encerrada num corpo com 40 anos (embora um teste da Sábado diga que na realidade tenho 47). Presentemente desempregado mas com boas perspectivas de conseguir vir a trabalhar num call-center. Escrevo porque não gosto lá muito de falar e como irresponsável que sou, acredito que um dia ainda irei conseguir ser pago para escrever. jmoreiradesa@gmail.com

.A razão porque este belogue existe

Podia ser (mais) culto, ler e reler os clássicos da literatura, devorar ensaios, ler diariamente os jornais nacionais e alguns estrangeiros, assinar as revistas de referência mas diversas áreas do saber. Podia, e gostava, mas era preciso que estivessem reunidas duas condições, ter dinheiro para tal e acima de tudo, não ter filhos de tenras idades. Mas enquanto cada hora dedicada a ler a opinião dos cultos deste mundo sobre as suas (poucas) graças e (muitas) desgraças - do mundo e às vezes dos próprios - representar uma hora a menos de brincadeira, receio que vou continuar a optar por ser culto lá mais para o fim da vida, se lá chegar.






MAIS INFORMÇÃO

.posts recentes

. Pelos olhos dele(s)

. E acham mesmo que é assim...

. Do ler

. Os "perigos" da internet ...

. Estranhos dias

. E por falar em desenhos

. Afonso, o desenhador

. Mas não pode ser o Harry ...

. Diálogos normalíssimos

. Se querem discutir, discu...

.arquivos

.pesquisar

 

.Novos posts por email

Endereço de email:

fornecido porFeedBurner

.subscrever feeds







MAIS INFORMÇÃO

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!